Entidades devem ficar atentas aos prazos e comprovação de documentos para o Edital 2018

Desde que a Fundação Balbina adotou o chamamento público por Edital para distribuição testamentária, todo o processo tornou-se mais transparente e deu mais oportunidade para que instituições da capital mineira pudessem participar. Os recursos distribuídos no chamamento são oriundos de parte do aluguéis recebidos pela Balbina no exercício de 2017.

O Edital é o documento que contém as regras, prazos e apresenta as condições gerais e específicas relativas a elegibilidade das entidades e dos projetos. Após o período de envio dos projetos uma Comissão Julgadora, formada por profissionais do Conselho Curador e das áreas Sociais e Engenharia, avaliam os itens apresentados.

No dia 08 de junho de 2018 (sexta-feira), em nosso site e por e-mail, serão conhecidos os projetos aprovados considerando a sustentabilidade e a viabilidade das ações propostas, avaliando os recursos financeiros e o impacto social.

Por isso, as instituições devem se organizar com antecedência, uma vez que,  no dia 11 de junho de 2018 (segunda-feira) deverão apresentar os documentos comprobatórios exigidos para entrega dos recursos – item 5.8 do Edital. Faz-se necessário que todas as entidades que se inscreveram no edital já estejam com os documentos preparados antes do dia 08 de junho, a fim de que no dia 11 apresentem sem transtornos as informações.

Mais informações: (31) 3271-7423

 

Projetos do Edital 2018 estão em análise final

Desde 2015, a Fundação Balbina faz Chamada Pública para recebimento de projetos sociais enviadas por instituições filantrópicas de Belo Horizonte (MG). O Edital 2018, lançado no dia 19 de março, apresenta os critérios e fundamentos da distribuição dos recursos por entidade.

O período de inscrições aconteceu de 02 a 09 de abril e instituições como centros educacionais, longa permanência para idosos, de assistência social e abrigamento poderiam se inscrever. Foram recebidos dezenas de projetos sendo classificados de acordo com o impacto social que o projeto trará para a sociedade.

A Comissão julgadora é composta por profissionais habilitados nas áreas de engenharia e serviço social, além de representantes do Conselho Curador e Departamento Jurídico. Os planos de trabalho enviados estão em análise final e os contemplados serão anunciados no dia 08 de junho de 2018, no site da Balbina e por e-mail.